Dani Pinheiro fala sobre maternidade, autismo e amor

Abril é o Mês Azul dedicado à conscientização do Autismo. Criado pela ONU, o mês tem como objetivo compartilhar informações, disseminar inclusão e assim diminuir o preconceito. Para quem não sabe, o autismo é um transtorno neurológico caracterizado pelo comprometimento da interação social, comunicação verbal e não verbal e dos comportamentos restritos e repetitivos. Para entendermos mais sobre o tema, convidamos a Dani Pinheiros, mãe de três crianças autistas. Confira a seguir o depoimento escrito por ela. <3

@danielepinheiro

Receber o diagnóstico de autismo nunca é fácil, receber esse diagnóstico três vezes pode ser ainda mais difícil e doloroso.

Em 2009 quando veio o primeiro diagnóstico os tempos eram outros, não era simples encontrar informações ou abrir um blog pra compartilhar experiências, tudo era diferente.

Caminhamos, evoluímos, perseveramos até que chegaram os tão sonhados irmãozinhos que o João sempre pediu, com o passar dos meses, vieram com a felicidade dos irmãozinhos mais dois diagnósticos que mudariam nossas vidas para sempre.

Eu costumo brincar que o autismo me escolheu, porque nunca foi difícil pra mim ser mãe de autistas, eu sempre entendi meus filhos e, de certo modo, até me pareço com eles.

Nossos desafios diários são sempre relacionados a conscientização, na luta por igualdade, respeito, direitos e compreensão da forma de ser e agir dos nossos filhos.

Temos um dia a dia divertido e cansativo, de muitas terapias e também muito amor, dias em que apenas brincamos, dias em que falamos muito sério, dias em que não fazemos ou falamos nada.

Em todos esses momentos o amor está sempre presente. Amar exige coragem!

Equipe Brandili

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!