Dicas para cuidar da saúde dos pequenos no frio

Mesmo que o inverno só inicie oficialmente dia 21 de junho, a maioria dos brasileiros já está sentindo a mudança climática. Embora o friozinho seja um alívio depois de tanto calor, as baixas temperaturas pedem um cuidado redobrado com a saúde, principalmente com as crianças. Afinal, não tem nada pior que ver seu pequeno doentinho, né?

Dicas para cuidar da saúde dos pequenos no frio

Segundo a pediatra, alergista e imunologista Fátima Rodrigues Fernandes, do Instituo PENSI (SP), o frio aumenta o número de casos de doenças respiratórias, como renite, sinusite, faringite, laringite, bronquite e asma, que provocam, entre outros desconfortos, coriza, obstrução nasal, tosse, falta de ar e febre, no caso de infecções virais ou bacterianas.

Isso acontece porque a queda nos termômetros também faz com que umidade relativa do ar caia. “O clima frio e seco está relacionado com uma maior concentração de partículas nocivas no ar que respiramos, que podem causar inflamações nas vias respiratórias. A mudança brusca de temperatura também é prejudicial, sobretudo para os alérgicos”, alerta Fátima.

Para cuidar da saúde do seu pequeno no inverno, preste atenção nestas dicas.

  • Vista as crianças com roupas quentinhas. Não esqueça de lavar os casacos, cobertores e mantas guardados por bastante tempo antes do uso.
  • Mantenha o ambiente limpo e arejado. A limpeza diária da poeira com pano úmido, a troca frequente da roupa de cama e a abertura das janelas durante o dia propiciam melhor circulação do ar e eliminação de partículas.
  • Hidrate os pequenos. Aumente o consumo de líquidos, como água e sucos. Para aliviar o desconforto respiratório, uma boa dica é colocar soluções fisiológicas no nariz da criança e fazer inalações somente com soro. Se a irritação for nos olhos, vale pingar algumas gotas de soro e fazer uma limpeza para umidificar o local. Outra dica importantíssima é manter a pele dos pequenos sempre hidratada. Para isso, evite banhos com água muito quente e, se necessário, verifique com o pediatra do seu filho se é caso de usar um creme hidratante.
  • Evite aglomerações, sobretudo onde tenham pessoas doentes.
  • Evite poluentes em casa, como fumaça de cigarro, perfumes e cheiros fortes. Trate eventuais focos de mofo, retirando o fator que causa umidade.
  • Vacine o seu filho. Manter a vacinação em dia reduz o risco de complicações e internações caso a criança pegue alguma doença.
  • Consulte um médico. Ao perceber qualquer sintoma no seu filho, procure assistência médica para evitar complicações.

Ah, e para completar, o mais importante de tudo: muito carinho. Nada protege mais que um abraço bem quentinho!  :)

Via: Revista Crescer

Equipe Brandili

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!