Corrente do Amor: projeto social ensina crianças sobre botânica e preservação ambiental

Cada criança que chega ao mundo necessita de amor e carinho para crescer e se desenvolver. E esse cuidado pode ser proporcionado por muita gente que a rodeia: pais, irmãos, dindos, avós, amigos, professores. São muitas as pessoas que podem fazer a diferença na vida de uma criança, proporcionando a ela um futuro melhor. Para homenagear e contar histórias de quem se dedica por nossos pequenos, lançamos a Campanha Corrente do Amor. Hoje nós vamos falar sobre Silvania Fernandes do Nascimento: a educadora social do Projeto Gente Nova (Progen).

Corrente do Amor: projeto social ensina crianças e adolescentes sobre botânica e preservação ambiental

Semanalmente um grupo de crianças de 6 a 13 anos acompanhando pela educadora percorre as ruas do bairro Satélite Íris (Campinas – SP) em busca de mudas. No caminho, conversam com moradores e colhem latas e outros materiais recicláveis que podem ser transformados em vasos para as plantas colhidas. Os pequenos aprendem sobre botânica e conhecem melhor as espécies. Embora simples, a atividade tem um objetivo muito significativo: conscientizar ambientalmente os pequenos e sensibilizar a comunidade a cuidar e preservar o bairro – local que de 1972 a 1986 era um aterro sanitário, o que resultou em uma forte contaminação no solo da região. Mesmo 30 anos depois, o lixo permanece presente na rotina do bairro, problema que somado à falta de infraestrutura urbana é ainda mais grave.

O Progen unidade Satélite Íris é um programa que atua há 13 anos e atende aproximadamente 870 pessoas, das quais 330 são crianças e adolescentes de 6 a 14 anos. Os resultados positivos do projeto já podem ser notados. Pelas ruas, é possível perceber novos jardins em frente às casas comprovando que a ação está sendo multiplicada na comunidade. Pelos depoimentos dos pequenos, se vê que a sementinha do cuidado já está dando frutos. Para Kevin Martins Silva, 10 anos, “além de cuidar do bairro, as plantas deixam tudo mais bonito”. A pequena Eduarda Branco Barros, de 8 anos, mostrou orgulhosa o jardim da casa da avó com uma grande diversidade de espécies. “Eu amo plantas e minha avó também. Cuidar delas é importante para o meio ambiente e pra gente também”.

Além dessa iniciativa em prol dos futuro dos nossos pequenos, muitas outras histórias fazem parte da Corrente do Amor. Leia também:

>> Parteira no Quênia foge para salvar bebês

>> Enfermeira cria peruca de princesas para alegrar meninas com câncer

>> Voluntária adota menino com necessidades especiais

E você?

Tem também uma história inspiradora para dividir com a gente? É bem fácil, olha: Passo 1: pense na história de alguém que tem amor pela criança; Passo 2: poste essa história nas redes sociais da Brandili com a #CorrentedoAmorBrandili ou aqui nos comentários do blog; Passo 3: pronto, você já está participando! As histórias mais emocionantes serão transformadas em animações, que serão exibidas em todo o Brasil.

Esperamos contar com a sua história aqui, quanto mais pessoas maior será a corrente do amor <3

Imagem e informações: Razões Para Acreditar 

Equipe Brandili

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!