Corrente do Amor: motorista de ônibus muda rota para estudantes chegarem a tempo no Enem

Toda criança depende de carinho e atenção para se desenvolver. E muita gente pode proporcionar esse cuidado especial: pais, irmãos, dindos, avós, vizinhos, amigos ou pessoas que simplesmente cruzam por seu destino… Para homenagear e contar histórias daqueles que fazem a diferença, lançamos a Campanha Corrente do Amor. Hoje nós vamos falar sobre o seu Geraldo Casalli: o motorista de ônibus que prolongou o seu trajeto para que estudantes chegassem a tempo para fazer o ENEM.

Corrente do Amor: motorista de ônibus muda rota para estudantes chegarem a tempo para o Enem

Faltava pouco tempo para o horário do início da prova do Enem e cerca de 15 estudantes aguardavam na parada ansiosos pelo ônibus que não vinha… Eis que passa por seu caminho um Arnon de Mello linha 41, ônibus que não tinha em seu itinerário o local da prova (Unicep, em São Carlos – SP). Comovido com a situação dos candidatos seu Geraldo, de 53 anos, que dirigia o automóvel, não teve dúvida: mudou a rota esticando alguns quarteirões mais e deixando-os na porta da instituição. Graças a ele, os jovens chegaram a tempo do exame! A atitude do motorista foi reconhecida por uma das candidatas, Ângela Silva, que fez uma postagem homenageando o profissional nas redes sociais, ollha:

Corrente do Amor: motorista de ônibus muda rota para estudantes chegarem a tempo para o Enem

Na legenda da imagem, ela escreve:

– Então passou um Arnon de Mello linha 41, o ônibus não iria até a Unicep, só até a Associação Desportiva da Polícia Militar (ADPM). Só que, para não chegarmos atrasados, o motorista esticou até lá. Eu queria muito agradecer esse motorista. O nome dele é Geraldo! Queria dizer que nesse mundo tão desumano, encontrar pessoas como ele, que fazem o bem pelo ser humano sem obrigação nenhuma, enche a gente de esperança. Muito obrigada de verdade!”

Quando perguntado sobre porquê teve essa iniciativa, seu Geraldo responde alegre ao G1:

– Eu pensei: ‘vou levar eles lá’, porque eles já estavam atrasados. Eles pegaram comigo era 12h20, aqui na Carlos Botelho, perto da Santa Casa. Fui subindo a Miguel Petroni, foi entrando mais gente, aí chegamos lá em cima [ADPM] era 12h30, aí eu dei uma esticadinha até lá [Unicep].

Que exemplo mais inspirador, né gente? Se tivéssemos mais pessoas como o seu Geraldo com certeza o mundo seria melhor! Além dessa história, muitas outras fazem parte da Corrente do Amor. Leia também:

>> Corrente do Amor: garotinho se torna o melhor irmão que sua maninha poderia ter

>> Corrente do Amor: médica dá alta a bebê no dia do seu aniversário de 1 ano de vida

>> Corrente do Amor: em troca de boas notas, dona de padaria oferece lanche para menino

E você? Tem também uma história inspiradora para dividir com a gente? É bem fácil, olha: Passo 1: pense na história de alguém que tem amor pela criança; Passo 2: poste essa história nas redes sociais da Brandili com a #CorrentedoAmorBrandili ou aqui nos comentários do blog; Passo 3: pronto, você já está participando! As histórias mais emocionantes serão transformadas em animações, que serão exibidas em todo o Brasil.

Esperamos contar com a sua história aqui, quanto mais pessoas maior será a corrente do amor <3

Imagens e informações: G1

Equipe Brandili

Escrito por Equipe Brandili

A Brandili é muito mais do que uma fábrica de roupas, é uma empresa que trabalha com amor, carinho e muita dedicação.

Comente!